Análisis de Actividades Prácticas Propuestas en Manuales Didácticos de Biología

Gabriela Pôrto Marques, Russel Teresinha Dutra da Rosa

Resumen


No ambiente escolar, a realização de atividades práticas é favorecida quando há propostas em Livros Didáticos. Sob a perspectiva da relevância do papel ativo do aluno em processos de aprendizagem, este trabalho objetivou analisar atividades práticas relacionadas ao assunto de Biologia Celular, em Livros Didáticos de Biologia do Ensino Médio. Foram analisados os primeiros volumes de oito coleções didáticas brasileiras, aprovadas pelo Programa Nacional do Livro Didático de 2012 (PNLD 2012). Identificou-se 41 atividades práticas, constatando-se heterogeneidade de padrões de apresentação, assim como diferenças na localização e estruturação dessas propostas entre as coleções. As atividades recorrentes são de caráter experimental e demonstrativo de processos celulares e de observação e representação de formas e componentes da célula.

 


Citas


Amabis, J. M. ; Martho, G. R. 2010. Biologia. v.1, 3. ed. São Paulo: Moderna.

Barberá, O. ; Valdés, P. 1996. El trabajo práctico en la enseñanza de las ciencias: uma revisión. Revista de Enseñanza de las Ciencias. v.14, n.3, p.365-379.

Bizzo, N. 2011. Novas Bases da Biologia. v.1. Ática: Ática.

Borges, A. T. 2002. Novos Rumos para o Laboratório Escolar de Ciências. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 19, n.3: p.291-313. Disponível em: http://www.fsc.ufsc.br/cbef/port/19-3/artpdf/a1.pdf, consultada em agosto de 2013.

Brasil. 2011. Guia de Livros Didáticos PNLD 2012 Biologia. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Brasília, DF.

Brasil. 2012. Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da

Educação (FNDE). Brasília, DF. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?Itemid=668id=12391option=com_contentview=article, consultada em novembro de 2013.

Fernandez, N. E. 2013. Los Trabajos Prácticos de Laboratorio por investigación en la enseñanza de la Biología. Revista de Educación en Biología v. 16, n.2, p. 15-30.

Fracalanza, H. et al. 1986. O ensino de Ciências no primeiro grau. São Paulo: Atual.

Guedes, S. de S.; Baptista, J. A. 2010. Experimentação no ensino de ciências: atividades problematizadas e interações dialógicas. Disponível em: http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/viiienpec/resumos/R0319-1.pdf, consultada em setembro de 2013.

Goldbach, T. et al. 2009. Atividades Práticas em Livros Didáticos Atuais de Biologia: Investigações e Reflexões. Revista Perspectivas da Ciência e Tecnologia v.1, n.1.

Hodson, D. 1994. Hacia um Enfoque más Crítico del Trabajo de Laboratório. Enseñanza de las Ciências, Barcelona, v. 12, n.3, p. 299-313. Disponível em:

http://www.cneq.unam.mx/programas/actuales/cursos_diplo/cursos/cursos_SEP/00/primaria/mat_particip_prim/arch_part_prim/S1P1.pdf, consultada em novembro de 2013.

Hayashi, A. M.; Porfirio, N. L. S.; Favetta, L. R. A. 2006. A importância da experimentação na construção do conhecimento científico nas séries iniciais do Ensino Fundamental. 4º Simpósio de Ensino de Graduação UNIMEP realizado em Piracicaba- SP de 24 a 25 de outubro de 2006. Disponível em: http://www.unimep.br/phpg/mostraacademica/anais/4mostra/pdfs/300.pdf, consultada em outubro de 2013.

Linhares, S.; Gewandsznajder, F. 2011. Biologia Hoje. v.1. São Paulo: Ática.

Lopes, S.; Rosso, S. 2010. Bio. v.1. São Paulo: Saraiva.

Lunetta, V. N. 1991. Actividades práticas no ensino da Ciência. Revista Portuguesa de Educação, v. 2, n. 1, p. 81-90.

Masteloto, H. G.; et al. 2011. Elaboração e Aplicação de Experimentos Alternativos Como Material Didático, para Professores de Ciências do Curso de Formação Continuada. XX Congresso de Iniciação Científica. III Mostra Científica. UFPEL.

Mendonça, V.; Laurence, J. 2010. Biologia. v. 1. São Paulo: Nova Geração.

Moraes, R. 1993. Experimentação no ensino de Ciências. Projeto Melhoria da Qualidade de Ensino - Ciências 1º Grau. Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Moraes, R; Ramos, M; Galiazzi, M.C. 1999. A pesquisa em sala de aula. CASE, 2, 04 a

de outubro de 1999, Curitiba. (Módulo temático).

Moreira, M.A. 1999. A teoria do desenvolvimento cognitivo de Piaget. In: MOREIRA, M.A. Teorias de aprendizagem. São Paulo: EPU. p.95-107.

Panarari-Antunes, R. S.; Defani, M. A.; Gozzi, M. E. 2009. Análise De Atividades Experimentais Em Livros Didáticos De Ciências. IX Congresso Nacional de Educação- EDUCERE. III Encontro Sul Brasileiro de Psicopedagogia. PUCPR. Disponível em: http://www.pucpr.br/eventos/educere/educere2009/anais/pdf/2075_1213.pdf, consultada em julho de 2013.

Pezzi, A.; Gowdak, D. O. ; Mattos, N. S. 2010. Biologia. v. 1. São Paulo: Ftd.

Possobom, C. C. F. ; Okada, F. K. ; Diniz, R. E. da Silva. 2009. Atividades práticas de laboratório no ensino de biologia e de ciências: relato de uma experiência. FUNDUNESP.

Rosito, B. A. 2000. O ensino de ciências e a experimentação. In: MORAES, R. (Org.) Construtivismo e ensino de ciências: reflexões epistemológicas e metodológicas, Porto Alegre, EDIPUCRS.

Santos, F. S.; Aguilar, J. B. V.; Oliveira, M. M. A. (Org.). 2010. Biologia. v. 1. São Paulo: Sm.

Sauvé, J. P. G, Gouveia, Z. M. M.; Pereira, M. G. 2008. Biologia Experimental em Escolas Públicas: Trabalhando no Lyceu Paraibano. Centro de Ciências Exatas e da Natureza/Departamento de Sistemática e Ecologia/PROLICEN. 2008. Disponível em:

http://www.prac.ufpb.br/anais/xenex_xienid/xi_enid/prolicen/ANAIS/Area4/4CCENDSEPLIC03.pdf, consultada em outubro de 2013.

Silva Júnior, C. da; Sasson, S.; Caldini Júnior, N. 2010. Biologia. v. 1. 9. ed. São Paulo: Saraiva.

Smith, K. A. 1975. Experimentação nas Aulas de Ciências. In: Carvalho, A. M. P.; Vannucchi, A. I.; Barros, M. A.; Gonçalves,M. E. R.; Rey, R. C. 1998. Ciências no Ensino Fundamental: O conhecimento físico. 1ª Ed. São Paulo: Editora Scipione. p. 22-23.


Texto completo: PDF

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.