Observação participante em um projeto de Feira de Ciências em uma escola na zona rural do Brasil: Perspectivas para o fortalecimento da Educação Ambiental

Marli Ferreira Silva, Simão Dias Vasconcelos

Resumen


Neste estudo, descrevemos o planejamento, confecção e exposição de uma Feira de Ciências Investigativa em uma escola da zona rural de Pernambuco, Brasil. Constatamos o interesse majoritário dos alunos por temas relacionados a Meio Ambiente e Saúde, com ênfase nos problemas da comunidade. Alunos e visitantes consideraram a experiência bastante positiva para a aprendizagem e para a resolução de problemas da comunidade. A experiência contribuiu para aproximar o cotidiano de um cientista da realidade dos estudantes de uma comunidade agrícola de recursos limitados, e instigou o desejo de seguir investigando problemas ambientais do entorno escolar.


Citas


Barcelos, N. N. S.; Jacobucci, G. B.; Jacobucci, D. F. C. 2010. Quando o cotidiano pede espaço na escola, o projeto da Feira de Ciências “Vida em Sociedade” se concretiza. Ciência & Educação, 16(1):215-233.

Bermudez, G.; De Longhi, A. L. 2008. La Educación Ambiental y la Ecología como ciencia. Una discusión necesaria para la enseñanza. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, 7(2); disponível em http://reec.uvigo.es/volumenes/volumen7/ART1_Vol7_N2.pdf, acessado em 23 de fevereiro de 2014.

Campaner, G. 1999. La Educación Ambiental en el curriculum escolar: un estudio de caso. Revista de Educación en Biología, 2(2):50-55.

Carter, R. L.; Simmons, B. 2010. The history and philosophy of Environmental Education. In: Bodzin, A. M. et al. (eds.), The Inclusion of Environmental Education in Science Teacher Education, Springer Science, doi 10.1007/978-90-481-9222-9_1,

Fachin, O. 2001. Fundamentos de Metodologia Científica. 3ª. Ed, São Paulo: Saraiva.

Faltay, P.; Oliveira, A. J. S. 2008. Itinerância e encontro de Ciências. p. 217-220. In: Pavão, A. C.; Freitas, D. (Orgs.) Quanta Ciência há no Ensino de Ciências. São Carlos: Edufscar.

Ferreira, C. A. F. 2013. O Meio Ambiente na prática de escolas públicas da rede estadual de São Paulo: intenções e possibilidades. Ambiente & Educação, 18(1):153-184.

Flick, U. 2009. Introdução à Pesquisa Qualitativa, 3ª. Ed., Porto Alegre: Artmed.

Gonçalves, T. V. O. 2008. Feiras de Ciências e Formação de Professores. p. 207-215. In: Pavão, A. C.; Freitas, D. (Orgs.) Quanta Ciência há no ensino de ciências. São Carlos: Edufscar.

Green, M 2012 Place, sustainability and literacy in Environmental Education: frameworks for teaching and learning. Review of International Geographical Education online 2(3). Disponível em http://www.rigeo.org/vol2no3/RIGEO-V2-N3-4.pdf acessado em 13 de janeiro de 2014.

Iribarren, L.; Josiowicz, R.; Bonan, L. 2013. Educación para la conservación: realización de campamentos científicos en una reserva ecológica Revista de Educación en Biología, 16(2):78-88

Manfredo, E. C. G. 2006. Metodologia de projetos e formação de professores: Uma experiência significativa na prática de ensino de Ciências Naturais. Experiências em Ensino de Ciências, 1(3): 45-57.

Neves, S. R. G.; Gonçalves, T. V. O. 1989. Feiras de Ciências. Caderno Catarinense de Ensino de Física, 6(3):241-247.

Oliveira, L. H. M.; Andrade, M. A.; Paprocki, H. 2011. Biomonitoramento participativo, com insetos aquáticos como bioindicadores de qualidade da água, realizado com alunos da escola municipal José Pedro Gonçalves, comunidade do Parauninha, Conceição do Mato Dentro, MG. Ambiente e Educação, 16(2):57-74.

Sorrentino, M.; Trajber, R.; Mendonça, P. 2005. Educação ambiental como política pública. Educação e Pesquisa, 31(2):285-299.

Vasconcelos, S. D.; Silva, M. F.; Lima, K. E. C. 2011. Abordagens e procedimentos metodológicos sobre Feiras de Ciências adotados por professores de escolas públicas em um município da Zona da Mata de Pernambuco. Memórias do VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciencias/I Congresso Iberoamericano de Investigación en Enseñanza de las Ciencias, Campinas.

Vasconcelos, S. D.; Lima, K. C. 2012. Por que não fazer Feiras de Ciências? Uma análise das dificuldades de professores de escolas públicas municipais em Pernambuco. Memórias do IV ENEBIO - Encontro Nacional de Ensino de Biologia, Goiânia.


Texto completo: PDF

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.